Núcleo de Avaliação de Políticas Climáticas

O Núcleo de Avaliação de Políticas Climáticas (NAPC) é o escritório do CPI no Brasil, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), liderado pelo Juliano J. Assunção, professor no Departamento de Economia da PUC-Rio. O NAPC produz rigorosa análise econômica, institucional e legal que identifica áreas para aprimorar políticas públicas e propõe recomendações concretas em como conciliar desenvolvimento econômico com conservação ambiental. O CPI apoia políticas públicas no Brasil através de rigorosa análise e pesquisa baseada em evidência, parcerias estratégicas com membros do governo e da sociedade civil, através de uma abordagem construtiva e colaboração direta com tomadores de decisão.

CPI Brasil tem um longo histórico com relação a políticas de conservação e uso da terra, tendo conduzido significativas pesquisas e avaliações de políticas de desmatamento e conservação da terra na Amazônia, tornando-se referência acadêmica na área. O CPI utiliza seu conhecimento institucional junto com seu entendimento sobre políticas de conservação e rigorosa análise econômica e legal.

O Núcleo de Avaliação de Políticas Climáticas tem como principais agenda:
– Governança e Leis Climáticas
– Uso da Terra e Conservação
– Instrumentos Financeiros
– Energia
– Infraestrutura
– Agricultura Sustentável

Publicações recentes

Publicação

Política de Crédito Rural no Brasil: Agropecuária, Proteção Ambiental e Desenvolvimento Econômico

Nesse relatório, pesquisadores do CPI/PUC-Rio apresentam uma avaliação aprofundada das políticas brasileiras de crédito rural e discutem seus progressos recentes e atuais desafios. A análise se baseia em anos de pesquisa e discussões com tomadores de decisões, setor privado e pesquisadores acadêmicos.

Publicação

Ciclo de Vida de Projetos de Infraestrutura: Do Planejamento à Viabilidade. Criação de Nova Fase Pode Elevar a Qualidade dos Projetos

Neste documento, pesquisadores do CPI/PUC-Rio colaboraram com a Inter.B com o propósito de analisar os instrumentos de planejamento de infraestrutura, especialmente aqueles relacionados ao setor de transportes terrestres.

Publicação

Medindo os Efeitos Indiretos da Infraestrutura de Transporte na Amazônia

Neste Whitepaper, pesquisadores do CPI/PUC-Rio, destacam a necessidade dos EVTEA e EIAs de projetos de infraestrutura logística incorporarem e identificarem adequadamente os efeitos indiretos que resultam de mudanças nos custos de transporte induzidos por melhorias. Eles descrevem como uma combinação de ferramentas de geoprocessamento e análise estatística pode ser usada para identificar esses impactos e provê exemplos de sua importância.

Publicação

Ferrogrão: Fragilidades e Lições para a Implementação de uma Agenda de Infraestrutura Sustentável

O CPI/PUC-Rio analisou a governança, o planejamento e os riscos ambientais da Ferrogrão, como forma de contribuir para o debate sobre políticas e projetos de infraestrutura sustentável no país. Esse resumo executivo apresenta três estudos realizados no último ano, os quais: (i) analisam a robustez do planejamento da Ferrogrão, a partir de perguntas estruturadoras, que deveriam ser elaboradas em uma fase de pré-viabilidade; (ii) avaliam o rito administrativo e a governança do processo de tomada de decisão referente ao projeto; e (iii) desenvolvem uma metodologia inovadora para compreender a área de influência e o risco de desmatamento da Ferrogrão.

Publicação

Projetos de lei Ameaçam Código Florestal: Propostas Podem Reduzir Proteção à Floresta

O atual Código Florestal tem sido objeto de propostas legislativas para alterar seu conteúdo desde sua edição. Pesquisadoras do CPI/ PUC-Rio fizeram o levantamento e análise dos projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional e identificaram que há, atualmente, 56 projetos de lei que pretendem modificar as regras do Código Florestal, dos quais sete podem anular avanços feitos até hoje para a sua implementação.

Publicação

Potenciais Riscos de Implementação para o Piloto do Leilão de Eficiência Energética de Roraima

Este trabalho tem o objetivo de explicar o desenho de leilão de EE e apontar e analisar os potenciais riscos do modelo proposto para implementação do piloto em Roraima. As contribuições são direcionadas para mitigar os riscos da maldição do vencedor, aperfeiçoar a metodologia escolhida de medição e verificação e apresentar os desafios de implementação associados a falta de alinhamento entre os interesses da distribuidora de energia elétrica e o planejador central.

Publicação

Gerenciamento de Risco na Agricultura Brasileira: Instrumentos, Políticas Públicas e Perspectivas

Neste relatório, os pesquisadores CPI/PUC-Rio analisam os atuais instrumentos e políticas públicas de gestão de riscos e discutem caminhos para aprimorá-los na agricultura brasileira.

Publicação

A Importância de Aprimorar a Definição e a Delimitação da Área de Influência de Projetos de Infraestrutura

Nesta nota técnica, pesquisadores do CPI/PUC-Rio (i) analisam como a área de influência é atualmente definida pelas instituições governamentais e nos termos de referência dos EVTEA e dos EIAs de empreendimentos de infraestrutura de transportes terrestres; (ii) apresentam um conjunto de recomendações para a adoção de critérios mais claros para a definição e delimitação das áreas de influência de novos projetos, a partir de uma perspectiva que incorpora explicitamente onde ocorrem os impactos diretos e indiretos desse tipo de empreendimento; e (iii) propõem um diálogo entre o EVTEA e o EIA.

Equipe

Brenda Prallon

Analista, Agricultura Sustentável e Infraestrutura

Rhayana Holz

Analista, Energia

Juliano J. Assunção

Diretor Executivo, Núcleo de Avaliação de Políticas Climáticas

Arthur Bragança

Coordenador de Avaliação de Política Pública, Agricultura Sustentável e Infraestrutura

Julia Nardi

Analista Legal, Direito e Governança do Clima

Mariana Correia

Especialista de Finanças

Joana Chiavari

Diretora Associada, Direito e Governança do Clima

Clarissa Gandour

Coordenadora de Avaliação de Política Pública, Conservação

Giovanna de Miranda

Coordenadora de Programas e Comunicação

Gabriel Cozendey

Analista Legal, Direito e Governança do Clima

Natalie Hoover

Diretora de Programas

Ana Maria Pinheiro

Especialista de Operações

Priscila Z. Souza

Coordenadora de Avaliação de Política Pública, Instrumentos Financeiros

Amanda Schutze

Coordenadora de Avaliação de Política Pública, Energia

Helena Rodrigues

Analista, Conservação

Cristina Leme Lopes

Analista Legal Sênior, Direito e Governança do Clima

Andreia Medeiros

Assistente Administrativa

Luiza Antonaccio

Analista Legal, Direito e Governança do Clima
up

Esta página contém posts em múltiplos idiomas

Usamos cookies para personalizar o conteúdo por idioma preferido e para analisar o tráfego do site. Consulte nossa política de privacidade para obter mais informações.