amazonia-sandy-marie-5-scaled-1024x1024
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
Em novo artigo, pesquisadoras do Climate Policy Initiative/ Núcleo de Avaliação de Políticas Climáticas da PUC-Rio (CPI/ NAPC) comentam que apesar do Supremo Tribunal Federal (STF) manter os principais pilares da lei que istituiu o novo Código Florestal e abrir caminho para a sua implementação, com relação à Cota de Reserva Ambiental (CRA), ainda há uma incoerência importante. De acordo com elas, os ministros consideraram que o critério do bioma é muito abrangente e decidiram pela interpretação conforme a Constituição, de modo a permitir o uso de CRA para a compensação de Reserva Legal apenas entre áreas com identidade ecológica.
up
Usamos cookies para personalizar o conteúdo por idioma preferido e para analisar o tráfego do site. Consulte nossa política de privacidade para obter mais informações.