brazil-knows-thumb-1-1024x652

Esforços de conservação da Amazônia Brasileira tendem a focar na contenção do desmatamento. Mesmo na ausência de políticas públicas específicas para promover ou proteger a recuperação vegetal, a regeneração tropical aumentou de forma expressiva ao longo das últimas décadas. Um novo estudo do Climate Policy Initiative/ Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (CPI/ PUC-Rio) mostra que monitoramento e fiscalização ambientais focados na contenção exclusiva do desmatamento primário ajudaram a impulsionar a regeneração tropical. Os resultados sugerem que os ganhos ambientais e socioeconômicos das políticas de conservação podem ser maiores do que inicialmente suposto. Hoje, incorporar a promoção e a proteção da regeneração tropical em sua agenda de política ambiental seria uma decisão estratégica e oportuna para o Brasil.

up
Usamos cookies para personalizar o conteúdo por idioma preferido e para analisar o tráfego do site. Consulte nossa política de privacidade para obter mais informações.